Oficina Brasil


Chevrolet Celta com dificuldade de partida

Saiba como foi resolvido o defeito do modelo da GM

Por Da Redação

Defeito: Celta 2011 com 94.000 KM rodados equipado com o motor 1.0 flex chegou à oficina com o cliente reclamando na dificuldade de partida diariamente. Com o motor frio, às vezes só funciona no tranco e quando aquecido é preciso pressionar o pé no acelerador até o final. Com esses sintomas o motor demonstra estar afogado.

Diagnóstico: Na oficina o reparador iniciou o diagnóstico verificando cabos de velas, substituindo os quatro injetores, conferindo o sincronismo, ajustando o AF pelo scanner, trocando a bomba de combustível, realizando testes na bobina de ignição e na TBI. E mesmo depois desses procedimentos o defeito permaneceu.

Antes de abrir o motor, ele recorreu ao Fórum Oficina Brasil atrás de mais dicas sobre o defeito. Alguns reparadores sugeriram diagnósticos mais detalhados como, conferir se a chaveta do virabrequim estava quebrada, substituição da sonda lambda, conferir se o catalisador estava entupido e a compressão dos cilindros.

Outro reparador comentou sobre uma experiência que passou pelo mesmo problema neste modelo e estava dando excesso de combustível ao esquentar o motor. A única solução foi trocando o comando de válvulas.

Pelo relato de às vezes só funcionar no tranco, um parceiro de profissão comentou que talvez esteja havendo uma queda de tensão durante a partida, ocasionando colapso em todo o sistema de injeção/ignição, fazendo com que o carro perca alguns parâmetros básicos de funcionamento. Por isso, é muito interessante conferir todo o sistema de partida, tempo de injeção e a pressão do coletor.

Solução: Após cinco dias com o carro na oficina realizando todos os testes sugeridos pelos profissionais do Fórum, o defeito foi solucionado.

Aplicando o teste de compressão com um manômetro, todos os cilindros estavam indicando o mesmo valor de compressão. Porém, mesmo com os valores em sincronia, o reparador resolveu conferir novamente utilizando o osciloscópio. Notou que durante a partida havia uma diferença quase imperceptível no consumo de corrente entre os cilindros 3 e 4. Ao remover o cabeçote se deparou com a junta queimada entre esses dois cilindros. Ao fazer a limpeza do componente e a substituição da junta, o carro voltou ao normal.

Cliente satisfeito pelo belo serviço realizado.

Comentários