Notícias
Vídeos

Conheça o novo Peugeot 208 Style 2023


o compacto mostra economia com estilo

Por: REDAÇÃO - 09 de junho de 2023

 

O motor 1.0 rende até 75 cavalos de potência com etanol e 10.2 kgfm de torque. O bloco é  acompanhado pelo câmbio manual de cinco marchas, que recebeu acerto especial para ser utilizado no veículo. Além disso, a marca apostou em itens de tecnologia para se destacar! 

O segmento de hatches compactos com motor 1.0 vem perdendo participação no mercado brasileiro nos últimos anos, mas ainda possui muita relevância. Por isso, a Stellantis resolveu criar o Peugeot 208 Style. 

O lançamento da marca francesa recebeu um novo motor, o Firefly 1.0 três cilindros 6V aspirado flex de origem Fiat, com 71/75 cv (G/E) de potência e 10/10,7 (G/E) kgfm de torque. O câmbio manual de cinco marchas também veio da marca italiana e já equipa modelos como Mobi e Argo. 

Nesta nova geração, o Peugeot 208 deixou de ser produzido em Porto Real (RJ) e passou a ser fabricado em El Palomar, na Argentina. Trocou também de plataforma, passando a ser montado agora sobre a arquitetura Common Modular Platform – CMP.

Recentemente, alcançou a marca de 100 mil unidades produzidas na nova planta, abastecendo diversos mercados sul-americanos. No Brasil, só em 2022, de acordo com a montadora, o compacto emplacou aproximadamente 29.918 unidades. 

Primeiras impressões 

Mas o 208 Style tem um diferencial: o design. A nova versão traz alguns toques especiais, como grade preta fosca. No caso das rodas aro 16 de liga leve, da capa dos retrovisores e do spoiler integrado ao teto, o tom escuro é brilhante. A ponteira cromada do escapamento completa o desenho, digamos, mais arrojado.

O Hatch tem faróis full LED e as características luzes diurnas no estilo “dentes de sabre”, que escorrem no para-choque. É, não há dúvida: o Peugeot 208 Style, é charmoso. 

A aparência moderna, vai ao encontro do desejo dos clientes que querem carros novos e com aparência inovadora. Os acabamentos internos são de boa qualidade, mesmo não havendo softocha, o plástico presente é de boa qualidade e textura. Os detalhes em aço inox e os botões estilo avião dão um toque de sofisticação ao modelo.  

A visão é bem ampla e o volante afastado do painel dá uma impressão boa ao dirigir lembrando um simulador digital. O painel é bem completo com funções que facilitam a integração com celular utilizando o sistema multimídia com controles de fácil acesso no volante.  

Já o interior, tem bancos de couro com a assinatura da versão, volante de couro, tapete bordado exclusivo e vem de série com itens bastante valorizados pelo consumidor, com destaque para a Central Multimídia PEUGEOT Connect 10,3” com conexão Wireless de Android Auto e Apple Carplay, que entrega entretenimento de forma intuitiva e com muita modernidade. Além disso, o veículo traz retrovisores externos elétricos, duas entradas USB, aerofólio em preto brilhante e a exclusiva grade dianteira em Dark Chrome. 

Ao volante 

Ao acelerar o carro a resposta é um tanto lenta devido ao motor aspirado e três cilindros. Em subidas, dependendo do grau de inclinação, o veículo não possui um bom desempenho, faltando um pouco de torque em baixas rotações. 

Em médias e altas rotações o motor se sai bem dentro da cidade, mas é insuficiente em ultrapassagens rápidas. Fica evidente quando em fase fria ocorre uma trepidação. 

Outro momento em que há uma trepidação desconfortável  é quando o veículo está em determinada rotação e jogamos a marcha em neutro (ponto-morto), quando a rotação chega na marcha lenta o motor trepida e gera um ruído, mas logo em seguida a injeção eletrônica corrige essa situação. 

Fora isso, o carro é muito bom, apresentando um excelente isolamento acústico interno e visual notável no trânsito. 

Motor 

O motor que equipa o Peugeot 208 é o Firefly 1.0 três cilindros, desenvolvido pela Fiat, possui manutenção acessível e informações técnicas difundidas no mercado. 

Bicombustível, o motor 1.0 Firefly traz a arquitetura de duas válvulas por cilindro com geometria do conjunto aprimorada, que melhora o rendimento do motor em giros reduzidos, garantindo maior economia de combustível, melhor performance, menores níveis de emissões e maior silêncio a bordo. 

Lembrando que o propulsor 1.0 de três cilindros utiliza coxins hidráulicos para reduzir as vibrações, maiores em comparação com as de um bloco de quatro cilindros. Uma vantagem do Peugeot em relação aos concorrentes é o interior.

O i-cockpit surpreende pelo volante de diâmetro reduzido e pelo acabamento (plástico, mas com materiais que agradam aos olhos e ao toque, peças prateadas e em preto brilhante). 

A potência chega a 75 cv e o torque a 10,7 kgfm a apenas 3.250 rpm, ambos com 100% de etanol. Pequeno e poderoso, o propulsor que dá vida às novas versões do Peugeot 208 é dotado de tecnologia otimizada para exigir menos componentes e energia, tornando o “coração do carro” mais alinhado com as constantes inovações do setor automobilístico. 

A velocidade máxima do 208 Style é de 162 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h é realizada em 13,4 segundos. 

A montadora acertou no escalonamento de marchas e nos engates do câmbio que são bem precisos. Olhando o painel do carro é possível ver o indicador de marchas sempre indicando uma condução mais econômica. 

O compacto tem discos de freio nas rodas dianteiras e tambores nas rodas traseiras, equipados com sistema ABS. O sistema de frenagem é bem dimensionado para o veículo, apresentando frenagens seguras e eficientes. 

Peugeot 208 Style 1.0 Manual 2023 – Ficha técnica 

Motor: 1.0, dianteiro, transversal, 3 cilindros, flex,comando de válvulas no cabeçote acionado por corrente.  

Taxa de compressão: 13,2:1 

Potência: 71/75 (G/A) cv a 6.000 rpm 

Torque:  10/10,7 kgfm a 3.250 rpm 

Peso/potência: 14,7 kg/cv 

Peso/torque: 103,0 kg/kgfm 

Câmbio: Câmbio manual de 5 marchas 

Tração: Dianteira 

0 a 100 km/h: 13,4s 

Velocidade máxima: 162 km/h 

Consumo Inmetro: Cidade 13,6/9,6 (G/A) km/l – Estrada 15,5/11 (G/A) km/l 

Dimensões: comprimento 4.055 mm; entre eixos 2.538 mm; largura 1738 mm; altura 1.453 mm; porta-malas 265 litros; tanque de combustível 47 litros.  

Dados técnicos: direção elétrica; suspensão tipo independente McPherson (dianteira) e tipo eixo de torção (traseira); freios a disco ventilados (dianteira) e tambor (traseira); vão livre do solo 149 mm; ângulo de ataque 16º.