Notícias
Vídeos

Kardian Inaugura uma nova fase da Renault no Brasil


Além do novo motor e câmbio, ele é o primeiro veículo produzido no Brasil com a nova identidade de marca

Por: Da redação - 08 de julho de 2024


public/img/noticias/Imagem4.jpg-054a



O Kardian estreia a Renault Group Modular Platform (RGMP), é o primeiro veículo produzido no Brasil com a nova identidade visual de marca, traz o novo motor turbo TCe de 125 cv com 220 Nm e o novo câmbio automático de dupla embreagem úmida. Um carro completamente novo, moderno e tecnológico, que chega para competir no segmento B-SUV, e inaugurar uma nova fase da Renault no mercado brasileiro. 

É o primeiro veículo do Renault International Game Plan 2027, o plano estratégico para os mercados internacionais, anunciado em outubro de 2023 pelo CEO global da marca, Fabrice Cambolive. Até 2027 serão lançados outros sete novos modelos. "Com o lançamento do Kardian nós estamos ampliando a gama Renault, entrando em um novo segmento de mercado. Com a chegada do Kardian nós começamos uma nova fase na Renault do Brasil e estamos preparados para um futuro de crescimento”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. 

Este veículo é produzido no Complexo Ayrton Senna, uma fábrica moderna com altíssimo nível de excelência. A Renault é única fabricante de automóveis da América Latina a ser reconhecida pelo Fórum Econômico Mundial (WEF), como “Advanced 4th Industrial Revolution (4IR) Lighthouse” – “Farol da 4ª Revolução Industrial Avançada”, por ser uma planta referência em tecnologia da indústria 4.0.


public/img/noticias/Imagem3.jpg-b064

O Kardian se diferencia pelas inovações e recursos normalmente encontrados no segmento superior, como o freio de estacionamento eletrônico, a alavanca de marchas do tipo “e-shifter” e as regulagens do sistema Multi-Sense que permitem customizar a condução e o ambientlighting, com personalização com oito cores diferentes, além das regulagens do sistema de direção e da resposta do conjunto motor/câmbio. 

O Kardian traz seis airbags de série em todas as versões e 13 sistemas avançados de assistência ao motorista (ADAS).

O novo motor turbo TCe 1.0 flex do Kardian faz parte da mesma família do motor turbo TCe 1.3 flex, desenvolvido em parceria com a Daimler. Esses dois propulsores compartilham 70% de componentes, tendo como características um alto torque em baixas rotações e baixo consumo de combustível.  

O motor turbo 1.0 entrega 125 cv de potência e 220 Nm de torque, sendo 200 Nm (90% da força máxima) já disponível a 1.750 rpm. A empresa do Renault Group que desenvolve motores de baixas emissões, híbridos e de combustão interna, esse propulsor se beneficia do histórico de robustez e confiabilidade do motor turbo 1.3 flex que tem mais de 1,6 milhão de unidades produzidas. Apenas para o desenvolvimento flex do motor turbo 1.0 foram mais de 13 mil horas para a calibração, além de testes de emissões e durabilidade.


public/img/noticias/Imagem5.jpg-468f


O eficiente propulsor do Kardian traz as mesmas tecnologias que a Renault desenvolveu nas pistas da Fórmula 1, categoria que a marca já conquistou 12 títulos mundiais, como a injeção direta central com 200 bar de pressão, turbocompressor com válvula wastegate eletrônica e duplo comando de válvulas variável com atuadores elétricos, que garantem uma combustão otimizada com mais performance e menos consumo de combustível.   

A construção moderna e o novo motor turbo flex foram desenvolvidos para o perfil de uso do brasileiro, beneficiando ao máximo o prazer de dirigir com baixo nível de emissões e máxima eficiência com o motor TCe 1.0 flex é o mais econômico do segmento. O consumo urbano chega a 13,1 km/l com gasolina e 9 km/l com etanol, segundo dados do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular do Inmetro, e, também, o que tem a melhor eficiência energética, com 1,59 MJ/km.


Entre as principais características do motor turbo 1.0 flex estão: 

  • Turbocompressor: trabalha com a pressão máxima de 1.5 bar controlada com precisão pela wastegate comandada eletronicamente, que proporciona 90% do torque máximo a 1.750 rpm.


  • Injeção direta de combustível: a adoção de injetores centrais com pressão de 200 bar com design desenvolvido para o etanol, com seis furos por injetorproporcionando maior torque e potência.  


  • Comando de válvulas: o duplo eixo do comando de válvulas no cabeçote tem temporização variável das válvulas de admissão e escape, comandada eletronicamente permitindo variação contínua dos ângulos de abertura e fechamento das válvulas, garantindo assim melhor performance e menor consumo em qualquer rotação.


  • Cabeçote em formato delta: essa construção permite um tamanho mais compacto reduzindo massa, centro de gravidade mais baixo e auxiliando no controle térmico do motor. O coletor de escape integrado ao cabeçote proporciona uma melhor resposta do turbo, otimizando a curva de torque. 


  • Start & Stop: usando a tecnologia Reflex start para desligar o motor nas fases de parada e otimizar o consumo de combustível. 


  • Tratamento DLC (Diamond-Like Carbon): utilizando nanotecnologia desenvolvida na F1, os componentes móveis do cabeçote, anéis, pinos dos pistões receberam tratamento superficial (DLC) para reduzir atrito e consumo de combustível.


  • Bronzinas polímero-metálicas: aplicação de tratamento superficial de polímero para redução de atrito no sistema virabrequim-mancais e aumento da durabilidade. 


  • Cilindros com BSC (Bore Spray Coating): o bloco de alumínio tem tratamento superficial inovador na parede dos cilindros, chamado de Bore Spray Coating (BCS). Isso permite troca térmica mais eficiente entre a câmara de combustão e a camisa d’água, reduzindo atrito com os anéis e pistões.


  • Sonda lambda proporcional: analisa qualitativamente os gases, que permite controle mais preciso de qualidade da combustão, assegurando a melhor performance em qualquer situação e de maneira mais rápida.


Assim como vários modelos europeus da marca, o Kardian associa um motor turbo TCe a um câmbio com dupla embreagem úmida (EDC, Efficient Dual Clutch). Este sistema agiliza a troca das marchas sem interrupção no torque, graças ao trabalho simultâneo das duas embreagens, favorecendo o conforto e a reatividade ao dirigir. As marchas também podem ser trocadas manualmente usando as paletas do câmbio tipo borboleta (“paddle-shifts”), localizado atrás do volante.  


public/img/noticias/Imagem6.jpg-7f37


Além disso, este câmbio traz a tecnologia de dupla embreagem úmida, o que constitui uma verdadeira vantagem competitiva já que esta tecnologia otimiza o resfriamento das embreagens e aumenta a vida útil.  

Com o nome técnico DW23, este câmbio faz a sua estreia mundial com o Kardian. 

O câmbio EDC oferece o melhor compromisso entre prazer ao dirigir em uma caixa de câmbio automática e eficiência de combustível próxima à transmissão manual, em comparação com a CVT atual, especialmente com tecnologia confiável de embreagem úmida.   

Com tecnologia comprovada, mais de 1,3 milhão de veículos Renault e Alpine no mundo usam a embreagem “dual clutch” úmida, como Captur, Megane, Scenic, Talisman Espace, Traffic, Alpine A110, entre outros.  


public/img/noticias/Imagem1.jpg-3c44


O câmbio EDC oferece o desempenho de uma caixa manual, com o conforto e praticidade de um câmbio automático. A dupla embreagem reduz o atrito indesejado e melhora a eficiência de transmissão de movimento do motor para as rodas. Ele apresenta uma unidade de controle eletrônico e atuadores elétricos para otimizar a e economia de energia. As regras de mudança são otimizadas para permitir baixas rotações do motor, reduzindo consumo de combustível e as emissões de CO2.  

O câmbio EDC já deixa automaticamente a próxima marcha selecionada, proporcionando assim uma troca de marcha instantânea para todos os estilos de condução em quaisquer situações (modos Sport, Eco e My Sense), tanto no modo automático como no manual com os “paddle-shifts”. 

Outra característica importante é que a unidade de controle do câmbio EDC e a embreagem úmida (banhada a óleo) são integradas. A embreagem úmida trabalha com uma embreagem multidisco resfriada, que é acionada e lubrificada pelo óleo lubrificante. Esse tipo de embreagem é utilizado em veículos com motores de maior toque, pois o óleo da embreagem é resfriado pelo sistema de refrigeração do motor e câmbio. 


public/img/noticias/Imagem7.jpg-4ffe

Essa tecnologia comprovadamente tem alto desempenho e oferece performance superior com:  


  • Melhor resfriamento do sistema: significa maior capacidade e qualidade do sistema;  

  • Durante a condução, o motorista se beneficia de mudanças de marcha mais suave e rápidas;  

  • Resposta do motor mais ágil pois há menos atraso na troca de marcha do que nas embreagens secas;

  • Essa maior capacidade de arrancada não prejudica as manobras, pois o movimento do veículo sem aceleração permanece muito suave e confortável.