Oficina Brasil


Disposição dos componentes do sistema de climatização nos veículos

Quando pensamos em ar-condicionado não imaginamos como os componentes funcionam e onde estão instalados, alguns estão no compartimento do motor e o restante está na região do painel de instrumentos

Por Antônio Gaspar

O desempenho e o conforto de um veículo são requisitos que definem o seu sucesso e em muitos casos o conforto é o elemento que faz o cliente optar pela compra de determinado modelo de carro.

Podemos dividir o carro para mostrar como são instalados os componentes do sistema de climatização que envolve a ventilação na temperatura natural, aquecida e resfriada. (Fig.1)

Fig. 1

A linha verde pontilhada indica a divisão dos compartimentos onde os componentes ficam instalados do lado de dentro do carro e os que estão no compartimento do motor.

Compartimento do motor:

* Compressor;

* Condensador;

* Motor e ventilador;

* Filtro secador.

Dentro do carro:

* Aquecedor;

* Evaporador;

* Motor da ventilação.

O filtro do ar-condicionado pode estar dentro do carro e em alguns modelos, ele pode estar no compartimento do motor na entrada de ar para a ventilação interna, como exemplo do VW Golf3. (Fig.2)

Fig. 2

Assim parece fácil acessar esses componentes mas na prática isso muda completamente, pois os fabricantes buscam fazer as instalações em espaços que dificultam muito o acesso para a manutenção tanto na parte interna quanto no compartimento do motor.

O que causa maior trabalho e preocupação é a remoção do painel de instrumentos para substituir um componente como o evaporador e aqui já fica uma dica que pode salvar seu dia: nunca instale um componente sem fazer o teste de estanqueidade, pois imagine instalar o novo evaporador e depois de tudo montado e inclusive o painel e você descobre que tem um vazamento na peça nova. Isso vale para todos componentes como tubos, mangueiras, aquecedor e compressor. (Fig.3) (Fig.4)

Fig. 3

Fig. 4

O compressor do ar-condicionado quando está instalado na parte superior do motor, (Fig.5) facilita muito a remoção e instalação, mas temos alguns modelos que ficam na parte de baixo do motor e o acesso só é possível por baixo. (Fig.6)

Fig. 5

Fig. 6

A maioria das oficinas especializadas em ar-condicionado não tem elevador e faz falta para os serviços realizados por baixo do carro. A alegação é que a maioria dos serviços são feitos na parte de cima do motor e o elevador é um investimento “elevado”.

Uma forma de melhorar o entendimento com os clientes é mostrar como é trabalhoso acessar uma peça que está atrás do painel e assim poder justificar o valor que será cobrado pela execução do serviço.

Comentários