Oficina Brasil


AUTOMEC organiza 1º Encontro de Líderes do setor de reposição e reparação para lançamento da edição 2019

Discussão sobre o cenário da indústria mostra como a feira está alinhada com as necessidades e expectativas de mercado em tendências, tecnologia e inovação

Por Da Redação

Na segunda feira, 21 de maio, a próxima edição da AUTOMEC – Feira Internacional de Autopeças, Equipamentos e Serviços – foi apresentada oficialmente ao mercado com 90% dos espaços já comercializados, 1.300 marcas confirmadas e duas fortes características: o foco na geração de negócios e aumento das experiências para os visitantes.

O evento, realizado no Rooftop 5 & Centro de Convenções no complexo Aché Cultural, em São Paulo, reuniu líderes do setor de reposição e reparação, representados por Dan Ioschpe, presidente do Sindipeças; Antonio Fiola, presidente do Sindirepa; Heber C. de Carvalho, vice-presidente do Sincopeças; Rodrigo Carneiro, presidente da ANDAP, e Alcides Neto, presidente do SICAP, apoiadores da AUTOMEC 2019, para uma análise sobre o momento da indústria, demonstrando como a feira está alinhada com as principais necessidades e expectativas de mercado.

O cenário discutido é bastante positivo. Informações obtidas em estudo desenvolvido pela consultoria Roland Berger mostra que R$ 142 bilhões devem ser gastos em reposição no ano de 2020. O montante inclui serviços, peças, impostos, custos operacionais e margens na cadeia de reparação automotiva. Já o Sindipeças (Sindicado Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores) consolidou os dados do setor de autopeças e ressalta que a projeção de faturamento em 2018 é de R$ 89,4 bilhões, sendo que 20% refere-se à venda de autopeças do fabricante para a cadeia de distribuição da reposição. Os investimentos feitos pelos fabricantes de autopeças neste ano devem chegar a R$ 2,47 bilhões.

Segundo Paulo Octavio Pereira de Almeida, vice-presidente da Reed Exhibitions, a AUTOMEC é um importante termômetro para o setor na América Latina. “A reposição teve papel importante quando a venda de veículos novos diminuiu e sentimos isso na edição 2017. Na edição 2019, veremos um evento impressionante com muito conteúdo e experiências para toda a cadeia”, comentou.

“A área de reposição escapou da queda da produção das montadoras instaladas no Brasil. O crescimento das exportações de veículos e de autopeças ajudaram a mitigar esse impacto. No caso das autopeças, acreditamos que a AUTOMEC de 2017 influenciou bastante no resultado. Essa mostra já é uma das maiores do mundo e tem condições de crescer ainda mais”, explica Elias Mufarej, conselheiro do Sindipeças e responsável pela área de Reposição e Fomento à Exportação.

A ANDAP também acredita que a próxima edição deve ser maior. “A reposição é responsável por 80% da manutenção da frota circulante. Algo singular, que não acontece em outros países e gera muitas oportunidades. E esse cenário favorável reflete positivamente na AUTOMEC”, explica Rodrigo Carneiro, presidente da entidade.

Juntamente com a ANDAP, o SICAP representa o segmento de distribuição e reforçou a importância do mercado de reposição para a economia brasileira. “É um setor que movimenta desde a fabricação de peças até sua aplicação, passando pela distribuição e varejo. Uma cadeia produtiva que contribui para a geração de empregos e acaba refletindo positivamente no cenário do país. Muitos fabricantes de autopeças encontraram oportunidades no aftermarket e conseguiram equilibrar as contas. Acredito em um crescimento para este ano entre 5 e 6% pela pequena melhora na economia e recuperação na fabricação de veículos”, comentou Alcides José Acerbi Neto, presidente do SICAP.

Complementando, o Sindirepa lembra como a feira representa este quadro positivo. “Os números falam por si. Para a edição 2019 da AUTOMEC pretendemos, inclusive, aumentar a quantidade de caravanas com profissionais do setor para que possam se atualizar e conferir as novidades”, ressaltou Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP e Sindirepa Nacional.

Na mesma direção, o Sincopeças pretende reeditar a parceria fechada com o Sindirepa na edição anterior. “Foi um sucesso. Agora, queremos levar um número recorde de cerca de 18 mil varejistas. Também pretendemos promover uma ampla conscientização para que o trade automotivo abrace a definitiva implantação da Inspeção Técnica Veicular, proposta para entrar em vigor em 2019 e que foi suspensa em abril deste ano pelo Denatran”, diz Francisco Wagner De La Tôrre, presidente do Sincopeças-SP e vice-presidente do Sincopeças Brasil.

Com a visão e chancela destas entidades e um histórico de quase três décadas de sucesso, o diretor da AUTOMEC, Leandro Lara, apresentou a feira como o maior evento de negócios para o setor na América Latina, aquecendo os motores sobre o que esperar da programação 2019. “Uma feira ainda mais grandiosa, com maior mix de expositores, mais experiências e focada na geração de novos negócios para toda a cadeia”, disse.

Programação 2019

O encontro trouxe um overview do que o público visitante, das oficinas aos varejistas e distribuidores, pode esperar das atrações que farão parte da programação e dos cerca de 1500 expositores nacionais e internacionais, entre nomes como Bosch, ZF Service, Nakata, Dana, Dayco, Fras-le, Magneti Marelli e Tecnomotor.

Serão 90 mil metros quadrados de área de exposição e 20 mil metros quadrados de área de experiência, que vão do Hub de Conteúdo com mais de 100 horas de palestras e treinamentos às atrações como a Oficina Modelo, que traz tudo sobre customização, performance, normas e padrões para o reparo e manutenção de veículos leves e pesados; Loja Modelo, espaço com foco em aumentar a eficiência do varejo que apresentará melhores práticas em exposição de produtos, gestão e controle de estoque, sistemas de pagamento, etc.; Oficina do Futuro, que apontará os caminhos para que as oficinas se preparem para o desafios que estão por vir com temas como veículos elétricos e híbridos, conectados e autônomos; Oficina na Prática, com especialistas a disposição dos visitantes para orientar no uso de ferramentas e equipamentos; e o Fórum AUTOMEC, que discutirá os principais movimentos da indústria.

“A AUTOMEC 2019 contará com uma agenda intensa de conteúdo e experiências para todos os profissionais que fazem parte cadeia de reposição e reparação automotiva. Além disso, a organização coloca à disposição de seus expositores e visitantes a oportunidade de se conectarem antes da feira, agendarem reuniões e realizarem novos negócios pré, pós e durante o evento”, afirma Leandro Lara, diretor da AUTOMEC.

A programação completa pode ser conferida no site www.automecfeira.com.br

 

Comentários