Oficina Brasil


Delphi amplia linha de sensores de oxigênio para mercado de reposição

Seis novas versões do componente ampliam cobertura do mercado nacional; confira lista de modelos compatíveis

Por Da redação

Para complementar seu portfólio, a Delphi Technologies lançou uma nova linha de sensores de oxigênio direcionada para o aftermarket. Em seis versões diferentes (ES20587, ES20624, ES20265, ES20626, ES20627 e ES20628), a novidade amplia o número de modelos de automóveis compatíveis. Os novos sensores são de aplicação original das montadoras Volkswagen, Fiat e Chevrolet e possuem fabricação 100% nacional. 

O componente é uma das peças mais importantes para garantir o bom funcionamento do motor. Os sensores de oxigênio são responsáveis por verificar o teor de oxigênio nos gases que são emitidos através do funcionamento do motor. Com isso, é possível equilibrar a mistura de ar e combustível, garantindo melhor desempenho e menos emissão de poluentes. 

"Um sensor de oxigênio velho que apresente defeitos impede que o motor trabalhe com seu desempenho total. Além disso, ocasiona o aumento no consumo de combustível, que não é nada interessante para os motoristas. Por isso, lançamos estes seis novos modelos, que oferecem a mesma qualidade dos componentes da Delphi já disponíveis para o consumidor, aumentando o número de modelos compatíveis", afirma Amaury Oliveira, Diretor Executivo de Aftermarket para a América do Sul da Delphi Technologies. 

Os sensores produzidos na fábrica da Delphi em Piracicaba, no interior de São Paulo, têm como aplicações principais os modelos Fox, Gol, Space Cross e Voyage, da Volkswagen; Agile, Cobalt, Montana, Onix e Prisma, da Chevrolet; além de diversas aplicações para modelos da Fiat, como Bravo, Doblo, Punto, Idea, Uno e Strada. Para conferir a lista completa com todas as informações de modelos, ano de fabricação e motorização compatíveis, basta acessar o Catálogo Delphi pelo site ou pelo app disponível para Android e IOS. 

Comentários