Direto do Fórum - Da Redação

Mercedes Benz Sprinter 311 não pega

Saiba como solucionar os problemas da Sprinter

Defeito: Este veículo chegou com defeito na válvula de controle do turbo que foi trocada e o código de falha que indicava o defeito foi apagado. Surgiu mais um código P1330 indicando falha no controle de partida. O defeito foi provocado por um relé que estava com o aterramento ruim e depois de resolvido o mal contato, o carro funcionou sem problemas.

Quando o cliente veio retirar o carro, também veio a surpresa, o carro não pegou mais e apareceu o código de falha P1354 indicando falha no sensor de fase ou rotação.

Diagnóstico: testando chicotes e verificando a resistência do sensor de rotação, aparentemente não apresentava problemas. Os colegas do Fórum logo começaram a ajudar a encontrar a solução para o motor voltar a funcionar e enquanto isso o dono do carro já estava preocupado porque carro parado não ganha dinheiro.

Foi dada a sugestão de verificar o conector e o chicote do sensor de fase que fica próximo do injetor 4 pois ele poderia estar prensado pelo acabamento superior da tampa.

Agradecido pela ajuda, os testes foram refeitos nos sensores de fase e de rotação e o sinal chegava no módulo mas o scaner indica rotação zero e por isso o módulo não libera pulsos para os bicos injetores.

Depois de tantas tentativas, ao manusear os fios do sensor de rotação, ele começou a marcar o RPM indicando que o problema pode ser no chicote ou conector.

Solução: para facilitar o acesso e o manuseio foi melhor retirar o coletor de admissão porque foi verificado que os fios estavam soltos por cima da tampa de válvulas. O fio do sinal do sensor de fase ficou prensado contra a tampa de válvulas e foi danificado. Com a troca de quase um metro de fio e refeito o chicote que agora está devidamente protegido, o carro funcionou, os códigos de falhas foram apagados e o cliente feliz voltou a sorrir.

Complemento: O sensor de posição no comando de válvulas informa à unidade de comando, a posição dos pistões e o tempo de compressão durante o início de funcionamento do motor.

Ele identifica a passagem do ressalto no eixo de comando na frente do sensor, gerando um conjunto de pulsos que permite identificar a posição do pistão em relação ao PMS no tempo de compressão, também conhecido como efeito Hall.

Enquanto o ressalto existente no comando de válvulas de escape não passar pelo sensor, este emitirá um sinal de 5V de tensão. Quando o ressalto passa pelo sensor o sinal de 5V cai para 0V, assim o módulo recebe a informação que o 1º cilindro está no ponto morto superior PMS no tempo de compressão.

Tensão entre os terminais 1 e 3 = 12V

Tensão entre os terminais 1 e 2 = 0V quando o ressalto passa por ele.

comentários
Avaliar:

Comentários