Loja do Mecânico 960x90


Técnicas - Ernesto Miyazaki - oficina.ernestomiyazaki.com.br

Identificando os diferentes tipos de sistemas de ar-condicionado automotivo e seus componentes

Conheça as particularidades de cada modelo e anote dicas importantes a serem observadas nas rotinas de manutenção e reparos em cada sistema

Filtro acumulador do Ford KA (vista por cima do carro), um local de acesso medianoNesta matéria serão mostrados os dois tipos de sistemas de ar-condicionado automotivo. Atualmente os sistemas mais utilizados pelos fabricantes são:

1. Sistema com válvula de expansão e filtro secador;

2. Sistema com tubo de expansão e orifício fixo com filtro acumulador.

Podemos dizer que o primeiro sistema seria o mais comum nos dias de hoje, chegando a 80 a 90% dos veículos existentes no mercado e o segundo não muito utilizado, mas também eficiente, presente nos veículos na linha Ford (Fiesta, KA Courrier, Focus, Taurus - todos os modelos antigos), GM (S-10\Blazer antiga, Monza e Kadett), e alguns AUDI (A4, A3 etc), entre outros.

Uma das maneiras de você identificar o tipo de sistema que está no veículo, seria visualizar se tem o filtro acumulador ou filtro secador:

No caso de filtros acumuladores, em alguns veículos é fácil identificá-los, pois os mesmos estão bem expostos, como o caso da S-10\Blazer, Ranger. Quando você abre o capô, fica fácil de visualizar o filtro acumulador.

Porém, em outros modelos o componente fica mais escondido, como no caso dos VW Passat, Audi RS e Ford Ka.

Filtro Acumulador do Ford Ka - Vista por baixo do veículo

Obs.: Algumas pessoas se confundem, achando que seria um recipiente ou reservatório do fluido refrigerante, mas no caso é um componente de filtragem, e um dispositivo para expandir o fluido refrigerante antes de chegar no compressor. Quando ele expande, evita que entre líquido no compressor, pois o líquido pode causar um calço hidráulico. 

Foto do filtro acumulador do Audi RS2 1999, localizado entre o farol direito do carro e o para-barro
No caso de filtros secadores, podem ser de 3 modelos:

- modelo garrafa, cilindro. golf, polo,  sandero, kangoo, jetta;

- modelo refil. fox, polo, alguns palios;

- modelo embutido no condensador. como por exemplo no palio 1.8 e etios.

Uma das maneiras de identificar se o veículo possui um filtro secador seria visualizar sempre ao lado do condensador, se possui um destes modelos:

Foto do condensador do Nissan Versa, com o filtro secador em formato “garrafa” ao lado do condensador

Foto do filtro secador do Renault Sandero, Clio, Kangoo
Foto do condensador do Astra/Zafira modelo antigo até 2006, com o filtro secado acoplado na saída do mesmo
Foto do filtro secador do Santana, neste caso ele possui um visor da passagem do estado físico do fluido refrigerante. Quando estiver passando microbolhas, significa que está faltando fluido refrigerante, método muito utilizado antigamente. Hoje em dia, muitas oficinas já possuem a estação de reciclagem e carga de fluido automático por peso, ignorando este visor
Foto de um condensador da linha Fiat Uno/Palio modelo 2010 em diante, substituindo o filtro secador em formato “refil”, desrosqueando a tampa de acesso ao mesmo
Foto de comparação. Cortamos o condensador moderno de modelo “microfuros” chamados de “fluxo paralelo”, para termos noções da espessura da passagem do fluido refrigerante no condensador ao lado de um clipe, e ainda para ilustrar o motivo de fácil obstrução do mesmo. Em alguns modelos não conseguimos realizar a limpeza adequada do sistema com o produto especial R-141b no condensador, recomendando a sua substituição
Foto do condensador do Toyota Etios, com a parte do filtro secador lacrada, obrigando a substituição do condensador inteiro
Obs.:
No mesmo caso do filtro acumulador, algumas pessoas acham que o filtro secador seria um local para armazenar o fluido refrigerante, porém o filtro secador nada mais é do que um filtro que filtra o fluido refrigerante, com a principal função de desidratar, através de um de seus componentes chamados de sílica gel ou zeolite, e ainda reter algumas limalhas de alumínio antes de chegar na válvula de expansão.

Desenho de um sistema de ar-condicionado com válvula de expansão e filtro secador, junto com uma legenda de cores dos estado físico do fluido refrigerante em cada parte do sistema
Desenho de um sistema com filtro acumulador e tubo de expansão, junto com a legenda de cores do estado físico do fluido refrigerante em cada parte do sistema. Através dos dois diagramas, mostrando os dois modelos ou tipos de sistemas de ar-condicionado automotivo, podemos dizer que as principais diferenças estão na localização dos filtros secadores e acumuladores e no tipo de modo de expansão do fluido refrigerante. Existem dois modelos de válvula de expansão automotiva, um modelo tipo um “L” chamado de válvula de expansão capilar e outro de válvula de expansão “block”, parecendo um bloco
Fotos de válvulas de expansão: modelo “block” ao lado esquerdo e a válvula de expansão em formato “L”, com o seu bulbo de temperatura de saída do evaporador
Tubo de expansão
Nestes dois modelos de válvulas de expansão termostática, tem a função de expandir mais ou menos fluido, dependendo da temperatura de saída do evaporador.

Tubo de expansão ou “caneta expansora”: Tem a sua construção com o orifício fixo de expansão. Ou seja, ele não varia de acordo com a temperatura de saída do evaporador, e sua passagem do fluido é constante. Neste caso, se não tiver um compressor com deslocamento de fluido variável, sempre terá um pressostato de baixa pressão para funcionar como um termostato, desligando o compressor ou por falta de fluido refrigerante ou por congelamento do evaporador. 

FILTRO SECADOR E FILTRO ACUMULADOR

O filtro acumulador:

- fica localizado na região de baixa pressão.

- fica no fluxo do fluido refrigerante antes do compressor.

- Além de filtrar, desumidificar, tem a função de expandir o fluido refrigerante não expandido no evaporador, para evitar de ele não entrar líquido no compressor.

- Lubrifica o fluido antes de entrar no compressor.

- importante a sua manutenção/substituição a cada 2 ou 3 anos.

Desenho de um filtro secador e a legenda dos componentes internos e o estado físico do fluido refrigerante dentro do filtro
Desenho do Filtro Acumulador e a legenda das partes internas e o estado físico do fluido refrigerante dentro dele
O filtro secador:

- fica localizado na região de alta pressão.

- fica no fluxo do fluido refrigerante após o condensador.

- Além de filtrar, desumidificar o fluido refrigerante, acaba retendo as micropartículas de desgaste do compressor.

- importante a sua manutenção/substituição a cada 2 ou 3 anos. 

Desenho da válvula de expansão, mostrando que no número (2 em vermelho), o fluido vem do compressor, após o condensador e filtro secador com alta pressão, expandindo o mesmo através de uma agulha que abre ou fecha mais o fluxo de acordo com a temperatura de retorno, no número (4 Azul claro), após passar pelo evaporador. Note que este tipo de válvula tem um controle de fluxo do fluido refrigerante, otimizando o seu desempenho de acordo com a sua necessidade

Bom, meus amigos reparadores, acabamos agora de explicar os tipos de sistema de ar-condicionado automotivo.

Para dúvidas e sugestões, entrem em contato. 

Boas festas!

 

comentários
Avaliar:

Comentários