Loja do Mecânico 960x90


Rota do reparador - Da Redação

Ciclo de palestras do Rota do Reparador continua sua caminhada por todo o Brasil e leva palestras técnicas para as Escolas SENAI em Jandira, Recife, Porto Alegre, Sorocaba, Vitória e Várzea Grande

Escolas dos estados de São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Mato Grosso receberam reparadores para as palestras das marcas Chiptronic Elring, Mobil, Snap-on e Schaeffler. Os reparadores puderam tirar dúvidas e trocar contatos

O ciclo de palestras técnicas do Rota do Reparador prosseguiu sua jornada, dando continuidade à segunda etapa com as Escolas Senai de Jandira (SP), Recife (PE), Porto Alegre (RS), Sorocaba (SP), Vitória (ES), Várzea Grande (MT). Confira como foram as palestras da Mobil, Sun, Schaeffler e Elring:

JANDIRA

A escola Senai de Jandira  recebeu o ciclo de palestras do Rota do Reparador no dia 6 de outubro, com apresentação da Schaeffler. O reparador Alexandre Berzagui, que trabalha na Lubritech Supertroca de óleo, contou que foi importante participar do treinamento: “conhecimento nunca é demais. É em eventos como este que nós conseguimos ver o que há de novo no mercado.”

SENAI JANDIRA
Berzagui afirmou que participará das próximas edições: “eu já trabalho com a marca e foi ótimo participar dessa palestra!”

O reparador Naicon Araújo, que colabora com a Val Max, contou: “o evento foi ótimo para tirar dúvidas, consegui conversar com o instrutor e esclarecer alguns pontos. Com certeza participarei das próximas edições do Rota do Reparador aqui na minha região.”

A reparadora Silmara Sousa Santos, que trabalha na Mecânica MR, afirmou: “aqui deu para aprender como manusear as peças, como instalar no automóvel, evitando erros e prejuízo. Esse tipo de treinamento faz com que o nosso trabalho tenha cada vez mais qualidade”, finalizou a profissional. 

RECIFE

Adirton Gusmão, que trabalha na Pneu Drive Recife, contou que foi importante participar do treinamento do Rota do Reparador, que aconteceu no dia 13 de outubro com a palestra das marcas Mobil e Elring, porque o conhecimento é fundamental: “hoje nós vivemos em um mundo de informações. Quando nós escutamos os técnicos da fábricas, nós sempre saímos mais ricos em termos de conhecimento do que quando entramos. Fiquei muito satisfeito, foi melhor do que eu imaginava, principalmente na palestra sobre juntas.”

SENAI RECIFE
Carlson Rangel, da New Car Service, acrescentou: a renovação é sempre muito importante no dia a dia do reparador. Por isso participarei de todas as edições futuras aqui na região. Além disso, fiquei muito satisfeito com o conteúdo. A Mobil  e a Elring são marcas excelentes que ajudam o nosso trabalho no nosso ramo.”

O profissional Wellington Sebastião da Silva, da Teixeira & Sebastião Aupeças, disse: “é importante um treinamento deste para nós conhecermos o produto, para sabermos repassar a melhor qualidade para o nosso cliente.”

PORTO ALEGRE

A escola Senai da capital do Rio Grande do Sul teve palestras da Snap-on e Chiptronic no dia 18 de outubro. O reparador Adroaldo Schneider, que trabalha na Caranga Autopeças e Serviços, contou: “esse tipo de informação é sempre valiosa para a nossa empresa. Fazem muita falta essas palestras, pois elas agregam conhecimento e nos possibilitam trocar informações com os colegas de profissão. As marcas são muito boas! Eu fiquei muito satisfeito.” O profissional deu uma dica: “talvez o treinamento pudesse ser feito em dois dias, pois nós percebemos que os instrutores tinham muita informação para passar e o tempo não foi suficiente”, alertou.

Já Henrique Ouriques Rodrigues, da Expresso Car, conseguiu tirar muitas dúvidas: “hoje em dia a maioria das oficinas está  se atualizando, e aqui nós pudemos tirar muitas dúvidas sobre tecnologia. Com certeza estarei aqui nas próximas edições, pois a troca de informações é muito rica, principalmente a de novos carros.”

Neygar Hernandez, que é uruguaio, particiou do treinamento e, com sua experiência internacional, acrescentou: “é muito importante vir ao Rota do Reparador, especialmente para aquele que quer se atualizar e continuar na carreira de reparador independente. O desafio que a tecnologia de hoje nos impõe é muito grande, e essa experiência poderia ser repetida com outros treinamentos”, finalizou.

SOROCABA

No dia 20 de novembro foi a vez da escola Senai de Sorocaba receber o ciclo de palestras do Rota do Reparador. A Schaeffler ministrou palestra com a marca Luk. O reparador Paulo Roberto Carriel  contou com as palestras das marcas Mobil e Elring: “eu já participei três vezes e adorei as marcas. Muitas coisas que vimos aqui, as novidades, são fundamentais para a nossa profissão.”

SENAI SOROCABA
Renato Ragozine, da Ragozine Motores de Sorocaba, afirmou: “é bom participar dessa reciclagem, novas informações, rememora tudo o que já fizemos e voltamos a fazer da forma correta.” Rodolfo Lima Menezes, que trabalha na Autoelétrica Amaro, explicou que todos podem participar do Rota do Reparador: “até os mais leigos, ou que estão começando na profissão, podem vir participar, pois as palestras são muito didáticas.”

VITÓRIA

O Rota do Reparador continuou sua jornada em outubro e no dia 25 esteve em Vitória, no Espírito Santo. O profissional Daniel Oliveira Menezes, do Centro Automotivo Conselho, disse: “o Rota do Reparador nos ajuda a aprimorar o nosso conhecimento. O dia a dia fica mais fácil com esses treinamentos. Com certeza estarei presente nas próximas edições, pois o conteúdo é muito bom, o áudio-visual é muito intuitivo e didático.”

VÁRZEA GRANDE

A Escola Senai de Várzea Grande, cidade próxima a Cuiabá no Mato Grosso, teve treinamentos do Rota do Reparador no dia 25 de outubro. 

O reparador Antonio Marcos Dias, que é colaborador na Eletricar Autocenter, conta que foi fundamental estar no treinamento: “na nossa região faz muita falta esse tipo de palestra. As marcas, Snap-on e  Chiptronic são muito boas e estão presentes no nosso dia a dia.”

SENAI VÁRZEA GRANDE
João Caetano de Souza, da Mecânica Pontenova, afirmou: “foi bom demais da conta participar do Rota do Reparador! Posso afirmar que hoje a palestra estava cheia, mas há muito mais reparadores pela região que gostariam de ver o curso.” Além de participar das próximas edições, João Caetano gostou do conteúdo: “temos que estar sempre atualizados”, finalizou.

Marcos Aurélio Santos contou sobre a dificuldade do dia a dia: “o acúmulo de informações nos faz superar momentos difíceis. Os nossos dias passam muito rápido por conta da grande quantidade de serviço. Às vezes nos falta tempo e pessoas para nos ajudar, como o que acontece no Rota do Reparador. Precisamos de mais palestras e mais oportunidades como esta.”

comentários
Avaliar:

Comentários