Oficina Brasil


Parceria entre Sindirepa-SP e Espaço Flow promove capacitação para jovens na área automotiva

Jovens aprendizes serão treinados para trabalhar na reparação de veículos

Por da redação

O Sindirepa-SP acaba de firmar um convênio com o Espaço Flow - Espaço de Desenvolvimento Humano, com intenção de ampliar as condições ingresso de jovens aprendizes em empresas de reparação de veículos. O projeto reúne uma equipe de psicoterapeutas que oferecem cursos, oficinas, orientação profissional e vocacional, psicoterapia, coaching, eventos, assessoria para educadores e empresas, programa de inclusão, entre outros. A iniciativa irá trabalhar em parceria com ONGs que formam jovens aprendizes para o mercado de trabalho, na área de mecânica de veículos. “Queremos unir as duas pontas: mão de obra e empresas”, explica Antonio Fiola, presidente do Sindirepa-SP e Sindirepa Nacional. A formação técnica dos jovens será realizada em laboratórios especialmente montados por associações ligadas à FEBRAEDA (Federação Brasileira de Associações Socioeducacionais de Adolescentes), que reúne centenas de ONGs com a supervisão do Ministério do Trabalho. Os adolescentes recebem apoio sócio-profissional destes grupos.

As empresas associadas interessadas podem contatar o Espaço Flow para fazer parte deste projeto, através do site: www.espacoflow.com

A oficina fará dois contratos: um com a empresa formadora do jovem aprendiz e outro com o Espaço Flow. “O custo desses dois contratos será menor do que a empresa pagaria normalmente contratando alguém do mercado de trabalho”, explica Luiz Claudio Bido, psicólogo do Espaço Flow, responsável pela criação do convênio com o Sindirepa-SP. Ele explica que o mais importante é ter ciência do avanço social que a ação promove. “Por isso, não se trata de um programa de mão de obra barateada. É um programa de desenvolvimento de recursos humanos, voltado para o futuro da empresa, com foco no desenvolvimento profissional e na prospecção de liderança”, complementa a psicóloga Beatriz Estevam.

Ao ingressar em uma empresa, o jovem terá um tutor que o acompanhará durante sua formação, num período de 11 meses. O tempo que o aluno tem para estagiar é de até 2 anos, mas há possibilidades de contratação antes mesmo deste período. A idade necessária para se tornar um jovem aprendiz é de 18-24 anos. A grande maioria dos participantes está no ensino médio, mas há também os que já concluíram e uma minoria que faz faculdade. Hoje são poucos disponíveis, cerca de 50 jovens. Mas o convênio existe exatamente para propiciar a formação deles.

Comentários