Pitstop - Da Redação

Novo 1.5 Flex de três cilindros é eleito "o motor do ano 2018"

Presente no Ford EcoSport, o motor foi o ganhador na categoria abaixo de 2.0 em premiação de revista do segmento automotivo

Com projeto inédito, esse propulsor é um dos principais responsáveis pela evolução do utilitário esportivo da Ford nos quesitos de desempenho e economia, junto com a nova transmissão automática de seis velocidades.
Segundo a publicação, a vitória vem dos bons números atingidos pelo projeto do motor, que dispensa injeção direta de combustível para reduzir custos. “No EcoSport, a sensação ao dirigir é de um carro de rodar macio, com pouquíssimas vibrações (nada parecido ao tradicional tremor dos motores de três cilindros) e capaz de sair da imobilidade sem grandes demonstrações de esforço”, destaca a publicação.
Primeiro três cilindros de 1.5 litro, o novo motor tem potência de 137/130 cv com etanol/gasolina (6.500 rpm) e torque de 158/153 Nm com etanol/gasolina (4.500 rpm). É o naturalmente aspirado com a maior potência específica do mercado: 91,5 cv por litro, e combina várias tecnologias para oferecer também mais economia em um conjunto leve e compacto.
Com bloco e cabeçote de alumínio, ele segue a tendência de redução de tamanho e peso conhecida como “downsizing”. Suas inovações técnicas incluem as velas de ignição centralizadas na câmara de combustão para melhor eficiência, a bomba de óleo variável que regula a pressão interna, o duplo comando variável de válvulas na admissão e no escape e o sistema de partida a frio Ford “Easy Start”, que dispensa reservatório auxiliar de gasolina. Seu consumo de combustível, tanto na versão manual como na automática, tem classificação A do Inmetro/Conpet.
O EcoSport 2018 foi o primeiro veículo a lançar este novo motor global da Ford, junto com outros avanços como a central multimídia SYNC 3, sete airbags, controle de estabilidade com sistema antirrolagem, monitoramento de pressão dos pneus e acabamento interno de padrão superior.
comentários
Avaliar:

Comentários