Loja do Mecânico 960x90


Pitstop - Da redação

A Magneti Marelli e o Alpha Romeo

A Magneti Marelli, uma das principais empresas de autopeças do mundo, equipou o novo modelo da Alfa Romeo com a unidade de controle eletrônico CDC

A Magneti Marelli, uma das principais empresas de autopeças do mundo, equipou o novo modelo da Alfa Romeo com a unidade de controle eletrônico CDC (Chassi Domain Control), responsável por otimizar a dirigibilidade e o desempenho do veículo.

Ela funciona como um "supervisor" eletrônico que configura o “acerto” do carro, com base em dados gerados pelos sensores inerciais. O sistema previne e gerencia situações críticas, informando antecipadamente, por meio da rede do veículo, as unidades de controle específicas envolvidas no sistema eletrônico.

Assim, ela permite uma condução mais confortável e segura através da adoção de protocolos de controle e gestão que coordenam as ações do DNA Alfa, do Torque Vectoring (permite ao diferencial traseiro controlar separadamente o torque para cada roda), do Aero Splitter (gerencia dinamicamente a força aerodinâmica que proporciona maior aderência ao solo) e do Active Damping Control (suspensão eletrônica adaptativa), além dos controles de estabilidade, chassi, sistema de freios, sistema de direção e de assistência à condução.

A empresa ainda desenvolveu o sistema de infoentretenimento multimídia e de navegação Connect 3D Nav para o Alfa Romeo. Baseado em linguagem Linux, ele é integrado à rede de controle eletrônico do carro e oferece itens como media player e sistema de navegação e gestão dos parâmetros do veículo. Esta última se dá através de mapas de alta resolução com elementos 3D e da alta velocidade do cálculo de rotas, além da tecnologia Dead Reckoning, que permite o acompanhamento da rota mesmo em áreas não cobertas pelo sinal de GPS. 

A Divisão Iluminação da Magneti Marelli também colaborou com a Alfa Romeo para produzir os faróis dos Giulia. Eles associam as tecnologias Xenon e AFS (Adaptive Frontlight System), além do módulo de iluminação 35W, que aumenta a sua capacidade em 200% (em comparação com os convencionais). A tecnologia LED é adotada para luzes diurnas, de posição, indicadores de direção e lanternas traseiras. 

Já a Divisão Powertrain da empresa desenvolveu o motor seis cilindros, a gasolina, com capacidade cúbica de 3 litros e duplo turbo-compressor de 510 CV, com corpo de borboleta motorizado e coletor de admissão.  

 

 

comentários
Avaliar:

Comentários