Loja do Mecânico 960x90


Lançamentos - Vinícius Montoia

Mitsubishi L200 Triton Savana ganha câmbio automático de cinco velocidades

Picape se mostra muito resistente a qualquer tipo de terreno e motor 3.2 diesel dá conta do recado sem reclamar. Funcionamento da transmissão é bom e não dá trancos

A Mitsubishi trouxe para o mercado mais uma versão da sua picape, a L200 Triton, com motor 3.2 Diesel de 180 cv e kgfm de torque. Agora a versão Savana ganhou câmbio automático de cinco velocidades e parte de R$ 146.990.

O seu visual é o maior destaque, pois você logo identifica uma L200 Triton Savana na rua: snorkel, que permite atravessar trechos alagados com até 80 cm, rack de teto, ideal para o transporte de grandes objetos sobre a cabine, prancha, que auxilia em situações extremas de baixa aderência, e duas caixas para acessórios na caçamba.

A versão vem, desde a unidade manual, com pneus para enfrentar situações com barro, usando Scorpion MTR 255/70 R16. O motor é um 3.2 diesel L DID-H DOHC, tem 16 válvulas, com injeção eletrônica Common-Rail, corrente de comando e turbo intercooler frontal. Sua potência máxima é de 180 cv a 3.500 rpm e o torque de 38 kgfm a 2.000 rpm.

No quesito segurança, devido às novidades do mercado, como Ranger equipada com sete airbags, a Mitsubishi não quis ficar para trás. A cabine conta com sistema RISE de deformação programada, em caso de colisão, coluna de direção, pedal e o espelho retrovisor interno colapsáveis, barras de proteção lateral, mas conta apenas com airbags para o motorista e passageiro da dianteira.

 

No interior, a L200 Triton Savana é equipada com sistema multimídia Power Touch, ar-condicionado automático, vidros, retrovisores e travas elétricas. Os bancos recebem uma capa em neoprene e o tapete é de borracha, que podem ser removidos (inclusive a capa do banco) para facilitar a higienização do habitáculo.

 

Na terra o comportamento dela é exemplar. Parece até que ela foi projetada mais para esse tipo de terreno do que para o asfalto, como um animal selvagem. O seu desempenho em 200 quilômetros percorridos no Rali de Regularidade oferecido pela marca, fez percebemos que ela entregou tudo o que precisamos. E se pedíssemos mais, ela forneceria sem reclamar, tanto do motor quanto dos trabalhos da Suspensão SDS (Sport Dynamic Suspension).

Nessa versão 4x4 o sistema de tração é o Easy Select 4WD, que permite a opção de três modos distintos de atuação: 4x2, somente tração traseira, recomendado para uso urbano ou rodovias; 4x4, com tração nas quatro rodas, ideal para pistas de baixa aderência, como terra, areia, cascalho, lama e outros. E a 4x4 reduzida, indicada para uso em situações em que é necessária força total, como a transposição de obstáculos, que é facilitada pelo diferencial traseiro de escorregamento limitado LSD Hybrid, que transfere a tração para a roda que necessita de força.

A atualização das demais picapes do mercado, incrementando em tecnologia e preço, pode tornar a L200 Triton Savana uma boa opção para quem não tem R$ 190.000 para gastar em uma Toyota Hilux.

Ela pode ser menor e menos confortável para os passageiros da traseira, que viajam um pouco apertados. Contudo, a picape da Mitsubishi é “pau para toda obra”.

Revisões

Os valores da 1ª, 2ª, 3ª, 5ª e 6ª revisões da Mitsubishi L200 Triton Savana Automática são de R$ 762. Na 4ª revisão o preço sobe para R$ 1.462. Ou seja, até os 60.000 quilômetros o consumidor vai gastar R$ 5.272 com três anos de garantia.

 

comentários
Avaliar:

Comentários