Loja do Mecânico 960x90


Lançamentos - Vinicius Montoia

BMW X1 chega ao mercado com mais potência, torque e espaço interno

Conforto e desempenho: são 505 litros para bagagem, motor de 192 cv e 28,5 kgfm de torque na versão básica e 231 cv e 35,5 kgfm de torque na topo de linha

Agora ele está mais parecido com os outros SUVs da marca, X3 e X5

A nova geração do BMW X1 já está nas concessionárias de todo o Brasil e conta com importantes mudanças na estrutura, motor e transmissão. Com preço inicial de R$ 166.950, a marca chega oferecendo a versão de entrada já com câmbio automático de oito marchas e motor 2.0 TwinPowerTurbo que desenvolve 192 cv e 28,5 kgfm de torque.

Motor 2.0 TwinPower Turbo

“Estamos muito satisfeitos em oferecer o novo BMW X1 no Brasil poucos meses após seu lançamento na Europa. Isso mostra o esforço do BMW Group Brasil não só em manter sua linha de produtos sintonizada com os principais mercados globais da marca, mas de seguir ampliando a gama de veículos disponíveis aos nossos consumidores em solo brasileiro”, afirma Martin Frisches, diretor de vendas da BMW do Brasil.

Agora o SUV deixou de ter aquela aparência que lembrava uma mistura de SUV com perua, mais esticada, e passa a ter um porte mais robusto. Isso se deve, em parte, à adoção de nova plataforma, que deixa de ser baseada no hatch série 1 e passa a ter como base a série 2 Grand Tourer, a Minivan alemã. Com isso o veículo, apesar de mais curto, ficou maior em todos os aspectos, inclusive no porta-malas que ganhou 85 litros e agora suporta até 505 litros de tralhas.

A silhueta mudou e o deixou com cara de SUV, não crossover

O carro ficou mais alto, mais largo porém, mais curto. Ele tem 4,43 metros de comprimento, 1,59 de altura e 1,82 de largura. A posição de dirigir é nitidamente mais elevada, pois ficou 4 cm mais alta do que no modelo anterior, e certamente agradará uma parcela maior do público feminino que adquire esse modelo.A marca garante: “a carroceria do novo BMW X1 privilegia o espaço interno da cabine e a melhor penetração aerodinâmica - 0,33, no BMW X1 anterior, indo para 0,28, na nova geração -, e maior espaço da capacidade cúbica do porta-malas, além de engenharia de construção mais leve, levando em consideração o sistema de tração dianteiro”.

PROPULSOR AINDA MELHOR

Com duas configurações distintas, o BMW X1 pode oferecer, com o mesmo motor 2.0 TwinPowerTurbo, 192 cv a 5.000 rpm e 28,5 kgfm de torque a 1.250 rpm na versão 20i ou 231 cv e 35,5 kgfm com o mesmo nível de giros do motor na versão 25i. A versão avaliada pelo Jornal Oficina Brasil foi a menos potente, com a qual pudemos ter poucas impressões durante o teste oferecido pela marca. Contudo, já dá para perceber que o veículo, por conta do torque a baixas rotações, é muito esperto e seu desempenho tanto na estrada quanto na cidade não decepciona.

A marca não divulgou quanto o modelo acelerou de 0 a 100 km/h na versão 20i, somente na topo de linha com 231 cv. De acordo com a BMW, o X1 25i chega a 100 km/h em apenas 6,5 segundos.

As duas opções de potência e torque contam com o câmbio automático de oito marchas com opções de trocas sequenciais tanto na alavanca quanto em borboletas atrás do volante. A tração na versão 20i é apenas na dianteira, enquanto a 25i tem tração 4x4 sob demanda.

O novo BMW X1 tem pistões com curso de 94,6 milímetros e diâmetro de 82 mm. A versão xDrive25i traz pistões forjados. Em ambas as opções, o sistema de injeção eletrônica foi reparametrizado para garantir melhor desempenho, em relação à geração anterior, mas a turbina, do conjunto BMW Twinpower Turbo, foi mantida.

CABINE MAIS ESPAÇOSA

O pacote de itens de série para conforto e comodidade conta com sistema de navegação com tela de 6,5 polegadas com o BMW ConnectedDrive, que incorpora serviços como informações de trânsito em tempo real, chamada de emergência inteligente em caso de acidente e até um guia para verificar o nível de óleo e demais componentes do veículo.

Posição de dirigir ficou ainda mais refinada

Os itens de segurança são seis airbags, controles de estabilidade e tração, pneus com tecnologia runflat de série. 

O modelo inclui também sensores de estacionamento (não há câmera de ré), de chuva e crepuscular, além de rodas de liga-leve de 18” na versão 20i e de 19 polegadas na 25i.

Porta-malas ganhou 55 litros em comparação com o modelo anterior

QUER SABER MAIS? 

Então se inscreva no nosso canal no YouTube e veja o vídeo com a avaliação do modelo através deste link: http://bit.ly/BMW-X1-OB.

 

comentários
Avaliar:

Comentários