Gestão - Pedro Luiz Scopino

Aula 11 - Administrando a sua oficina mecânica: Orçamento ou Diagnóstico?

O Cliente chega até a oficina e diz: “Meu carro está falhando e demorando a funcionar, você pode me dar um orçamento?”

E agora? Podemos cobrar ou não para executar um orçamento?
Primeiro devemos analisar, caro amigo mecânico de autos, o que determina a legislação brasileira. Vamos a algumas citações sobre o assunto:

PROCON-PR

Esta é uma dúvida de muitos consumidores no momento da contratação de serviços de assistência técnica, oficinas mecânicas, reformas, entre outros. É importante saber que a cobrança para realização de orçamento não é proibida, todavia, o consumidor deve ser devidamente informado sobre a mesma e quanto será cobrado, de forma clara e antes da contratação.

Além disso, caso as partes não acordem prazo diferente, o orçamento é válido pelo prazo de 10 dias a contar de seu recebimento pelo consumidor.

INFOMONEY UOL

“O que muitos consumidores não sabem é que cobrar pelo orçamento é ilegal, com exceção de alguns casos, como no deslocamento do profissional ou do produto que será consertado ou quando o produto precisa ser desmontado.
Obrigatoriedade. Ainda de acordo com o Idec, os prestadores de serviço são obrigados pelo artigo 40 do CDC (Código de Defesa do Consumidor) a entregar um orçamento prévio. Nele, devem constar o valor da mão de obra e dos materiais empregados, as condições de pagamento”.

EXPLICANDO

Assim amigo reparador de autos, temos que nos adequar ao que pede a legislação, o orçamento não deve ser cobrado, mas podemos substituir a palavra orçamento por diagnóstico, e deixando a regra bem clara, ou seja, já na recepção ou na ficha de recepção, deixar claro que na reparação automotiva, muitas vezes se fazem necessárias as desmontagens de vários componentes, ou mesmo, os testes de vários sistemas para se chegar a uma conclusão real da falha apresentada, e depois desta análise inicial chamada de diagnóstico, será sim possível quantificar o tempo de reparo em horas trabalhadas e as peças necessárias para solução dos problemas apresentados.

Assim, o Cliente chega na oficina mecânica ou no CRA Centro de Reparação Automotiva, reclamando que o seu carro demora a pegar pela manhã e está engasgando e pede um orçamento, e você reparador automotivo faz o quê? Faz uma série de testes no veículo, usa sua experiência e equipamentos e sem ter a certeza que o Cliente aprovará o orçamento e transmite este orçamento para ele, e caso não concorde, não aprove, vai retirar o veículo e levar para outro profissional ou para ele mesmo executar o serviço?

E as horas de trabalho e investimentos em equipamentos, como ficam neste caso? Perdeu.

Agora se você deixa a regra bem clara, com informativos na recepção, site ou mesmo na ficha de recepção ou de entrada, deixando claro que o diagnóstico é cobrado, seja por valor, seja por hora trabalhada, e ainda complementa ao Cliente assim:

CONCLUSÃO

Nem todos os serviços necessitam de um diagnóstico que será cobrado. Isso é mais aplicado em falhas eletrônicas ou de motor, de transmissão.

Muitas vezes um diagnóstico em suspensão necessariamente não precisa ser cobrado, mas isso depende de cada empresa ou como se pensa a respeito deste tipo de diagnóstico.

Mais uma vez, aquele jargão do futebol que diz que a regra é clara é a mais pura verdade e ajuda muito no relacionamento comercial nas oficinas mecânicas. Deixando claro o que é e como é cobrado, o diagnóstico fica de boa proporção para o Cliente que quer saber quanto vai gastar, mas que fica subentendido que irá gastar valores previamente mencionados para ter o correto diagnóstico da falha de seu veículo. Assim a oficina fará um trabalho de verificação, que é o diagnóstico, valorizando a hora trabalhada e investimentos efetuados, e deve ter a força de persuasão para a aprovação do orçamento final após o correto diagnóstico. E se o orçamento não for aprovado, que é um direito do Cliente, a oficina fica com a venda apenas das horas de diagnóstico realizado. Caros amigos, gostaram das ideias? Vamos aplicar estes conceitos e medir o aumento da produtividade.

Abraços a todos, até o próximo mês e $UCE$$O!

comentários
Avaliar:

Comentários