Entrevistas - Da Redação

A Euro Repar Car Service desembarca no Brasil prometendo ganho de produtividade e escala

Conversamos com Eduardo Grassiotto, presidente da Euro Repar Car Service Brasil, uma rede global de reparação automotiva que traz excelência de especialistas a preço competitivo

A Euro Repar Car Service, empresa com mais de 10 anos na Europa, chega para ser a grande aliada das oficinas independentes que querem ganhar escala no momento da compra de peças, diminuir os estoques e realizar um trabalho de ainda mais excelência no mercado nacional.

Para levar ainda mais conhecimento sobre a empresa para os reparadores, conversamos com Eduardo Grassiotto, presidente da Euro Repar Car Service Brasil, engenheiro mecânico formado pela Unesp.

Em 2016, Eduardo assumiu a criação de uma nova empresa, como diretor/presidente, que é a Euro Repar Car Service do Brasil. Desde então o diretor trabalha no planejamento da empresa. São praticamente dois anos no modo de funcionamento e toda adaptação da empresa para o Brasil.

O presidente da Euro Repar Car Service acumula 20 anos de experiência em pós-vendas, com grande cobertura em relação às distintas áreas e especialidades do negócio de peças e serviços – vendas de peças, treinamento, desenvolvimento de negócios, relações com clientes e marketing, tanto no canal B2B, de negócios com reparadores, quanto no B2C, de relacionamento com clientes.

Na entrevista que você lerá abaixo, Eduardo Grassiotto contou exclusivamente ao jornal Oficina Brasil, como será esse novo negócio:

Oficina Brasil: O que é a Euro Repar Car Service?
Eduardo Grassiotto:
Quando se fala em Euro Repar, deve-se pensar não somente no Brasil, mas em uma rede global. Temos presença principalmente na Europa, Rússia, China, África, Brasil, Chile, México e Argentina. A Euro Repar parte do princípio que o cliente tem que escolher entre excelência e preço. Se ele quer excelência, vai buscar um especialista da marca do carro dele; se ele quer preço, irá atrás de um generalista.  Existem muitos generalistas que podem se especializar, mas o contrário é muito raro. O especialista em uma determinada marca dificilmente começará a atender outros modelos. Todas as montadoras tentaram fazer isso, inclusive, algumas marcas ainda tentam. Nessa situação, a Euro Repar irá especializar o generalista, o que se mostra como uma tendência global.

Quando as pessoas se organizam e começam a trabalhar juntas, através de uma marca mais forte, elas passam a ter maior escala. Essa evolução se dá porque quem trabalha sozinho não consegue ter diversas ferramentas que são caras demais para empresas isoladas como um site profissional, um sistema de CRM (Customer Relationship Management – Gestão de Relacionamento com o Cliente). Além destas ferramentas, tais oficinas compram em pequenos volumes, fator que diminui sua competitividade. A Euro Repar trabalha aquelas oficinas que estão todas separadas, agrupando suas forças, para explorar os ganhos de volume. A partir daí, algumas qualidades dos especialistas, que são conhecimento, produto e logística, começam a se juntar àquilo que os reparadores independentes trabalham bem, como o preço justo, proximidade, transparência e a relação direta com os consumidores. Ou seja, o reparador deixa de atuar sozinho para atuar dentro de uma organização.

A Euro Repar existe há mais de dez anos na Europa, com aproximadamente três mil oficinas no mundo todo, fazendo parte da estratégia de diversificação de negócio que as empresas estão buscando. Para crescermos ainda mais, precisamos expandir nossos serviços para além da Europa. Em alguns locais nós já temos muita participação: ter de 3% a 7% do aftermarket de um país é ser muito forte. Estamos avançando em alguns mercados que ainda não temos tanta participação e indo para outros continentes também, como os países já citados. É um movimento de internacionalização da marca. Já estamos de olho em outros mercados como Austrália e Índia. Queremos ampliar este número de três mil lojas, em sua maioria na Europa, para dez mil lojas em todo o mundo daqui cinco anos.

OB: Destes países maiores que estamos falando, como Brasil, China, Índia, em qual a Euro Repar Car Service tem planos mais concretos?
EG:
Brasil e China. E isso se dá pelo atual momento do mercado nacional, muito oportuno para nossa entrada. O cliente hoje em dia sai muito rápido da rede de concessionários, não se vê mais dependente daquele meio para garantir a excelência na manutenção. O primeiro proprietário troca de veículo a cada três anos em média no Brasil. O segundo dono, sem identificação alguma com a rede de concessionários, leva o veículo para consertar nas oficinas independentes. É desse público que estamos atrás. No primeiro ano com o carro, 83% dos donos vão até as concessionárias; no segundo ano cai para 50% e no terceiro apenas 20%. Queremos atender carros entre 3 e 15 anos de uso, concentrando quase 80% da frota nacional. Este estudo é feito com todas as marcas, afinal a Euro Repar trabalha com o mercado nacional, que consiste em multimarcas. O foco é em toda frota reparável. Analisamos a estrutura do mercado nacional, que é composta pelos grandes distribuidores de peças, que vendem para os distribuidores locais, que por sua vez, vendem para as oficinas. A Euro Repar traz seu conhecimento para gerar um canal mais curto, trabalhando na distribuição de peças junto com as oficinas, podendo gerar ganhos de escala para as oficinas que trabalharem conosco, além de poder gerar uma cadeia de distribuição mais curta entre os distribuidores e oficinas. Nós ganhamos competitividade como distribuidor e as oficinas ganham como aplicador. Entregamos direto do fornecedor para a oficina, encurtando a cadeia de distribuição do mercado brasileiro. Para que possamos ter excelência no que estamos fazendo, será importante seguir as tendências do mercado. Isso engloba novas tecnologias e eficiência na comunicação, principalmente online. É necessário ter inteligência do negócio e também focar na logística, pois o mercado está tão exigente quanto a agilidade do processo.

Nossa pretensão é atuar em todo território brasileiro, em curto prazo, começando por São Paulo, que é onde está a nossa sede e será nossa primeira praça. Avançaremos para abertura das filiais Euro Repar, chegando em 40 unidades até o final de 2017. Elas funcionarão como oficinas e unidades de negócios. A Euro Repar usará a força de quem já está no negócio, ajudando os profissionais a se profissionalizarem, ganhando competitividade.

Evidentemente não conseguiremos atender todo o Brasil com as 40 filiais, mas nessas praças nomearemos os principais distribuidores locais, para atender essas oficinas.

OB: Além da distribuição de peças, o que mais vocês oferecem para as oficinas?
EG:
Hoje as oficinas passam por um processo de evolução e aumento de competitividade. Isso impõe uma necessidade de gerir melhor seus controles, se comunicar melhor com o consumidor e aumentar o volume de negócios. Existem também outros fatores externos além do negócio: os carros estão cada vez mais desafiadores e isso não vai parar. Enquanto nós queremos trazer os clientes para a Euro Repar o mais cedo possível, as marcas irão fazer atualizações das tecnologias de seus produtos, além do pós-vendas estar cada vez mais atualizado. Com isso, eles afastam o consumidor da oficina independente. Entretanto, as montadoras esquecem que o cliente está conectado, que ele pesquisa novos serviços e tecnologias, comparando preços e concorrentes. Por isso nós achamos que as oficinas independentes precisam se diferenciar no mercado, entrando na Euro Repar, ao invés de tentar alcançar essa evolução sem ajuda.

OB: Quais peças já estão disponíveis para as oficinas que queiram participar?
EG:
Partimos de 30 mil referências de peças diferentes. Não temos tudo que uma oficina precisa para consumir, mas temos uma parcela importante. São os serviços mais recorrentes. Teremos uma marca própria de peça e quem poderá usufruir dessa marca com vantagens são as pessoas que estão dentro da Euro Repar. Teremos vendas também para consumidores diretos, mas as melhores condições serão para quem está dentro do negócio.

A Euro Repar traz a engenharia de quem conhece todos os subsistemas, podendo atuar com peças de qualidade em todas as áreas.

Por ter essa relação diferenciada com o mercado, indo até o consumidor, é possível trabalhar com preços mais competitivos. Nós encurtarmos a cadeia de distribuição, o que nos permite oferecer valores melhores para o aplicador do que o distribuidor local. Entramos com suporte técnico e informação, manual multimarca, aparelho de diagnóstico, sistema de gestão de oficina, produtos financeiros e marketing.

Outra novidade fundamental é o site com geolocalizador, que indica as oficinas mais próximas para o cliente final, informando quais serviços estão disponíveis por oficina, entre outras informações.

OB: Resumidamente, como será o modelo de investimento dessas oficinas?
EG:
É um modelo de filiação, com ganhos para todos. Os valores ainda devem ser discutidos, mas uma oficina que se afiliar terá uma “assinatura” de R$ 950, sendo que esse investimento é regressivo, isto quer dizer quanto mais a oficina comprar de peças com a Euro Repar menos ela irá pagar de “assinatura” . Lembrando que no ato da adesão já é gerado acesso a um catálogo de peças, suporte técnico telefônico, documentação técnica, suporte e formação online, sistema de gestão, scanner automotivo e produtos financeiros.

De um lado nós oferecemos o volume para os fornecedores e, do outro lado, oferecemos preços bons para os consumidores.

OB: Quanto à logística, como funcionará a entrega de peças?
EG:
A logística será dividida entre as necessidades urgentes e não urgentes. No primeiro caso será feito via motoboy, com frete por conta da oficina, sendo comunicado na hora da compra da peça. No segundo caso, a logística será de até 12 horas, sem custo, sendo que o pedido feito de manhã é entregue à tarde e vice-versa, utilizando frota própria para realizar o serviço.

comentários
Avaliar:

Comentários