Em Foco - Da Redação

Schaeffler leva tecnologia do Volante Bimassa para Autonor 2017

Esta foi uma das tecnologias que a Schaffler expôs na Autonor 2017 (Feira de Tecnologia Automotiva do Nordeste)

A empresa se tornou a precursora no desenvolvimento dessa tecnologia de transmissão quando começou a fabricar o Volante Bimassa há 32 anos. Com isso, a marca estabelecia novos padrões no isolamento de ruídos e absorção de vibrações do sistema propulsor, otimizando o amortecimento torcional entre o motor e câmbio, aumentando sua eficiência.

Inicialmente desenvolvido para motores de alto desempenho, o Volante Bimassa acabou se firmando também como padrão na classe de veículos compactos, pois além de proporcionar conforto ao dirigir, faz com que o motor do veículo trabalhe em rotações de alta eficiência no consumo de combustível, reduzindo as emissões de CO2.

Mesmo num mercado tão dinâmico como o automotivo, o Volante Bimassa mantém sua história de sucesso, evoluindo constantemente nesses 32 anos, com opções adicionais de desenvolvimento para atender às exigências dos clientes.

Evolução

A evolução dos motores nas últimas décadas acrescentou novos desafios à indústria automotiva: enquanto os torques dos motores continuavam aumentando, a otimização do sistema propulsor também gerava um aumento do efeito denominado "ruído de câmbio". Especialmente os motores a diesel com altos torques provocavam vibrações rotacionais adicionais que podiam ser ouvidas como um rugido vindo do chassi do veículo. Encontrar uma solução para eliminar esses efeitos desagradáveis tornou-se uma importante tarefa para os engenheiros automotivos.

Foi assim que a Schaeffler desenvolveu o Volante Bimassa, sistema dividido em duas massas: a massa de inércia primária, ao lado do motor, e a massa de inércia secundária, ao lado da transmissão. Elas permanecem conectadas uma à outra por meio de um mecanismo de amortecimento por molas bem mais longas do que as usadas na embreagem, isolando as vibrações geradas de forma mais eficiente. Com o Volante Bimassa LuK, as rotações críticas de ressonância foram reduzidas a níveis abaixo da rotação de marcha-lenta, mantendo ao mesmo tempo, o amortecimento de vibrações originadas no motor.

Desde então, o DMF vem evoluindo continuamente para atender ao crescente desempenho dos motores e as exigências de conforto dos clientes. Há alguns anos, a Schaeffler otimizou o Volante Bimassa, com amortecedores de pêndulo centrífugo, aumentando a absorção de vibrações. O amortecedor do pêndulo centrífugo já vinha sendo aplicado em motores de aviões, mas a massa do pêndulo necessária e a complexidade de sua aplicação em motores impediam que fosse usado no setor automotivo. Ao combinar a ideia ao Volante Bimassa, a Schaeffler teve êxito em encontrar uma solução viável, possibilitando sua incorporação ao drivetrain. Como resultado, o DMF LuK garante excelente conforto na direção, inclusive para as gerações de motores de alto torque, e foi projetado para durar por toda a vida útil do veículo, sem apresentar sintomas de fadiga.

Assim, o Volante Bimassa da Schaeffler contribui decididamente para o desenvolvimento do mercado, absorvendo as vibrações, reduzindo ruídos na transmissão, aumentando a vida útil do câmbio e proporcionando mais conforto ao motorista. Também possibilita a condução do veículo com alta eficiência no consumo de combustível, o que contribui com a diminuição de emissões de CO2.

O entusiasmo dos primeiros tempos do DMF permanece inalterado até hoje, inclusive pela crescente tendência no desenvolvimento de motores com torques elevados. Devido ao desenvolvimento contínuo, o Volante Bimassa permanece como referência em inovação no sistema de transmissão.

Presença na Autonor

A Schaeffler levou para a Autonor 2017 várias outras inovações além do Volante Bimassa: LuK 2CT, Rolamento de Roda de 3ª geração, Kit de Distribuição de Polias, FAG SmartSET, RepSets e Rolamentos Agrícolas. Os visitantes conheceram, ainda, produtos da marca Ruville.

"A Schaeffler oferece ao mercado de reposição automotiva o que existe de melhor em tecnologia e inovação no setor de autopeças. Temos um amplo portfólio, com soluções que só uma empresa global e fornecedora das maiores montadoras do mundo pode disponibilizar também ao mercado de reposição", destacou Rubens Campos, Vice-Presidente Sênior do Aftermarket Automotivo Schaeffler América do Sul, durante a participação na feira de tecnologia automotiva do Nordeste.

comentários
Avaliar:

Comentários